Biblioteca Virtual em Medicina Veterinária e Zootecnia

Com o início do projeto em 2004, a implantação da BVS-Vet foi um árduo, mas gratificante trabalho. Atualmente (em 2014) temos produtos e serviços de grande visibilidade e uma rede de cooperantes (ReBAV) de instituições de todas as regiões do país, totalizando 99 bibliotecas trabalhando em rede de forma cooperativa (Gráfico 1).

A partir de 2008 o projeto BVS-Vet começou a receber o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV-SP), iniciando, assim, efetivamente suas atividades. Tal parceira possibilitou varias ações, dentre elas:

  • Aquisição de domínio e hospedagem para o site.
  • Parcerias com instituições cooperantes e editores de periódicos.
  •  Atualização das versões dos aplicativos e do BVS site.
  • Manutenção das bases de dados.
  •  Ampliação do número de itens indexados e de instituições cooperantes.
  • Disponibilização do conteúdo do site em três idiomas: português, inglês e espanhol.
  • Instalação e disponibilização da base de dados VetTeses, de teses e dissertações.
  • Lançamento do Portal de Revistas em Veterinária e Zootecnia (PRVZ), disponibilizando todos os fascículos da Revista de Educação Continuada do CRMV-SP.

Disponibilização do conteúdo do site em três idiomas: português, inglês e espanhol.Instalação e disponibilização da base de dados VetTeses, de teses e dissertações. Lançamento do Portal de Revistas em Veterinária e Zootecnia (PRVZ), disponibilizando todos os fascículos da Revista de Educação Continuada do CRMV-SP.

A participação e fortalecimento da ReBAV tem sido muito importante, e as capacitações realizadas em EAD facilitaram a integração entres as instituições.

Como solução tecnológica para o treinamento a distância, foi utilizado o LMS (Learning Management Systems) desenvolvido pelo LARC – Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – PCS-EPUSP, o TIDIA Ae (Figura 1).

Na seleção das instituições participantes foram priorizadas as que já cooperavam com suas revistas, mas que ainda necessitavam do curso para se tornarem autossuficientes na elaboração dos registros nas bases de dados da BVS-Vet (VetIndex e VetTeses).
O curso foi oferecido verificando-se as necessidades e adaptações necessárias para cada instituição e deverá ser melhorado com o feedback fornecido pelos alunos na avaliação do treinamento.
Durante todo o andamento do curso a equipe da BVS-Vet acompanhou as atividades dos alunos por meio dos exercícios, plantão de dúvidas, atendimento via e-mail; online (tempo real), fórum, etc., além de realizar as atividades de correções dos exercícios propostos.

Em 2013 o número de teses e dissertações passou de 2.664 para 12.658 registros disponíveis, o que representou um grande avanço para a BVS, pois possui uma quantidade que abrange quase todas as publicações nacionais das instituições de ensino superior (Figura 2).

Outra grande conquista foi a implantação do Portal de Revistas em Veterinária e Zootecnia (PRVZ) que atualmente conta com 16 revistas, 611 fascículos e 8766 artigos. Além disso, mais 5 títulos de grande relevância para a área estão em fase de finalização.

O objetivo do portal é contribuir para a visibilidade da produção científica brasileira das áreas de medicina veterinária e zootecnia, promovendo a publicação de revistas científicas em acesso aberto. O portal trouxe mais visibilidade ao trabalho desenvolvido pela BVS-Vet, e também para as revistas disponíveis, pois os artigos estão sendo indexados no Google Acadêmico, e com isso é possível acompanhar as citações recebidas e aumentar a relevância da publicação perante a comunidade científica (Figura 3).

A BVS-Vet conseguiu alcançar abrangência nacional e internacional como mostram as estatísticas de acesso disponíveis no próprio site. Os desafios foram e continuam sendo muitos, porém, o retorno da comunidade é extremamente gratificante, principalmente pela interação por meio das mídias sociais.
A possibilidade de levar as informações para toda sociedade, sejam essas pessoas pesquisadores ou cidadãos, requer um trabalho de constante monitoramento para poder identificar as novas tendências informacionais e as demandas dos nossos usuários.
O convencimento da realização de um bom trabalho é diário, temos que estar atentos, mas, sobretudo, saber da importância do trabalho realizado e persistir sempre.
A participação de todos, comitê consultivo, coordenação, secretaria executiva, centros cooperantes e usuários que acessam e avaliam os produtos e serviços da BVS-Vet é de extrema importância para a continuidade e visibilidade deste que, hoje, é um instrumento de transmissão de informação segura e confiável, e, por consequência de geração do conhecimento.

Ilustrações e links relacionados

grafico1

Gráfico 1 – Cooperantes por regiões

figura1

Figura 1 – Ambiente do curso EaD

figura2

Figura 2 – Base de dados VetTeses

figura3

Figura 3 – Pesquisa no Google Acadêmico – Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *