BVS Homeopatia e seu compromisso social

A Vivência
Em 25 de Agosto de 2000 ocorreu a minha primeira reunião sobre Biblioteca Virtual com a equipe da BIREME/OPAS/OMS. Convidado pelo Dr Álvaro Mesquita Jr., médico homeopata, Regina C. Figueiredo Castro, da BIREME/OPAS/OMS, cabia-me observar, estar atento, aprender para aplicar…, mas era impossível! Enquanto a ideia do aprendizado ia ficando para outra vez, sentia-me transpondo um umbral. A dinâmica da reunião comandada pelo então diretor, Abel Packer, e agilizada por seus atentos e móveis colaboradores, transmitia vida, ação, paixão, desafio… e tudo muito rápido, tudo agora, nada para depois, plataformas mutantes, linguagens em transformação, dados em expansão, descritores aperfeiçoando-se. Constatava-se que ali todos estavam vivenciando um grande desafio, a rápida evolução tecnológica. O que já estava muito bom necessitava ser mudado para ampliar base de dados, estratégias “perfeitas” necessitavam ser repensadas e substituídas para avançar, acolher, processar, disponibilizar. Ali se vivenciava a tônica do momento presente: mudar, revitalizar, acelerar, ampliar.

Desenvolvimento, aprendizado e gestão…socorro!
Foi o grito resultante após a primeira reunião com o grupo Homeopatia no III Encontro Sudeste de Homeopatia em 2001. Embora os demais colegas já estivessem um pouco familiarizados com as exigências BIREME, ficava muito claro que um projeto de tal envergadura e responsabilidade só teria êxito se acompanhado, desenvolvido e gerenciado por profissional com novo perfil. Necessitava-se encontrar profissional da área, tão competente na área biblioteca quanto no manejo da tecnologia da informação. Para nossa sorte, encontramos a Sra. Rosangela Brambilla, bibliotecária que, respeitosa e interessada no tema Homeopatia, “vestiu a camisa” BVS Homeopatia com carinho e paixão.

Momento de decisões
Desde 1980, a Homeopatia é reconhecida como Especialidade Médica no Brasil pelo CFM (Conselho Federal de Medicina), Decreto n. 1.000/80. Apresentar ao público leigo o pensar homeopático sem fantasias ou mistérios sempre se mostrara difícil. A oportunidade criada pela BIREME oferecia um canal de esclarecimento dinâmico a um público cada vez mais interessado, esclarecido e ávido por conhecer mais. Por outro lado, o reconhecimento pelos pares como especialidade médica e sua consequente oferta à população pelo SUS, Portaria n.971 de 03 Maio de 2006 que aprova a PNPIC-SUS (Politica Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde) revestia a Homeopatia de responsabilidade e profundo compromisso social. A BVS Homeopatia preencheu e agilizou a lacuna informacional.

O Comitê BVS Homeopatia (constituído por representantes das entidades homeopáticas reconhecidas pelo CFM/AMB) optou por apresentar a Homeopatia nominada Hahnemanniana: a abordagem do SER como único e irrepetível, individualizado na anamnese e na prescrição. O doente com suas doenças, auxiliando-o nestas e permitindo-lhe resubjetivar-se como sujeito de sua história. A partir dai o conteúdo dos temas apresentados contribuiu para “reeducar” o público leitor, assumindo a BVS Homeopatia Brasil-BIREME o papel de ferramenta necessária e de indiscutível valor. Contribuição impar para o saber dos interessados em saúde.

A base de dados Homeoindex
A BVS Homeopatia estruturou-se a partir do acolhimento da Base de Dados Homeoindex, pela BIREME. Mais de cinco mil resumos de trabalhos (executados de acordo ao modelo BIREME e conduzidos pelo grupo Álvaro, Regina e colaboradores a partir da Biblioteca APH (Associação Paulista de Homeopatia) hoje conduzida pela bibliotecária Renata Menezes) estavam semi escondidos em bibliotecas tradicionais e acessíveis apenas pelo antigo método de pesquisa pessoal/local. Fez-se a luz! Imediatamente ganharam visibilidade, os links BIREME tornou-os acessíveis, foram revisitados, autores consultados, sacudiu-se o pó que pairava sobre temas esquecidos. Questionamentos surgiram e inúmeros trabalhos necessitaram ser refeitos, corrigidos, melhorados.

A BVS Homeopatia
Colocar em prática um projeto em rede de Bibliotecas Virtuais em Saúde – BIREME/OPAS/OMS, com a missão de servir a todos, abranger as diversas especialidades médicas, disponibilizar suas fontes de informação científica e técnica na área da saúde, constituir um sistema coerente e integrado, realmente é um trabalho excepcional que merece reconhecimento. Um patrimônio para a sociedade.

A BVS Homeopatia, instância que integra a rede BVS Brasil, para atender ao desenvolvimento exigido pela rede (atualizações de tecnologias, disponibilização de conteúdos, manutenção para continuidade e sua certificação pela BIREME em 2006) teve o privilegio de encontrar parceiros que souberam entender o processo BVS. A MPC Internet a RI Sistemas (TI) e Sandra Rosa (tradutora) que nos fizeram avançar nesta caminhada à medida que Rosângela Brambilla acompanhava os treinamentos e atualizações oferecidos pela BIREME, estrutura de ponta no setor biblioteca e na informação em ciências da saúde.

Em 2010, um dos trabalhos realizados em conjunto Equipe BVS Homeopatia e Equipe do Setor de Terminologias e Classificações em Saúde (TCS) da BIREME: a revisão, atualização e tradução das definições dos descritores da Categoria HP-Homeopatia do DeCS, resultou em 2011 na atualização da BVS-Site após reunião com Dr. Adalberto Tardelli, na ocasião Diretor Interino da BIREME. (Relatório)

Em janeiro de 2013, a BVS Homeopatia foi contemplada pelo 7º. Termo Aditivo ao 50º Termo de Cooperação entre MS/OPAS/BIREME com o portal em três idiomas pt/en/es e a implementação do portal de pesquisa iAHx. Em Agosto de 2013 formalizou-se parceira entre BVS Homeopatia Brasil e Ministério da Saúde com representante da Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI-MS) e representante da Coordenação de Disseminação da Informação (CDI-MS) (Regimento Interno), fatos de extrema importância para a BVS Homeopatia Brasil.

A produção aumenta, o trabalho jamais termina, o desafio continua e é com gratidão que nos esforçamos para ampliar a visibilidade da BVS Homeopatia Brasil.