Histórico

A BVS é resultado da evolução da cooperação técnica em informação em ciências da saúde conduzida pela BIREME/OPAS/OMS desde sua criação em 1967. Inicialmente, este modelo de cooperação técnica foi pautado pelas funções essenciais de uma biblioteca biomédica regional, promovendo o fortalecimento e uso compartilhado coleções e serviços entre bibliotecas. No final da década de 70 este modelo se expandiu, agregando-se à biblioteca a função de centro de informação e indexação. Esta ação foi determinante para dar início ao movimento de promoção sistemática da visibilidade regional e internacional da produção científica e técnica em saúde da América Latina & Caribe.

No final da década de 80, as funções de controle bibliográfico da produção científica e os serviços de pesquisa bibliográfica passaram a ser operados de forma descentralizada sob a responsabilidade dos países da região, fortalecendo as capacidades nacionais em infraestrutura e recursos humanos para gestão da informação em saúde. Neste período, a base de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) passou a ser produzida de forma cooperativa, recebendo contribuição de todos os países. 

A partir dos anos 90, o modelo de gestão da informação e intercâmbio de conhecimento em saúde convergiu para o novo paradigma da Internet como meio de produção das fontes e fluxos de informação científica e técnica, no qual predomina um processo intensivo de desintermediação e operação direta das fontes de informação online pelos usuários. Surge então a BVS, lançada em 1998 no IV Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde (CRICS4) realizado em San José, Costa Rica e por meio da Declaração da Costa Rica “Hacia la Biblioteca Virtual en Salud”.

No Brasil

Em 1999, acontecem as duas primeiras reuniões nacionais para o desenvolvimento de instâncias da BVS no Brasil: a BVS Saúde do Adolescente (em maio de 1999) e a BVS Saúde Pública (em novembro de 1999). Estes projetos são impulsionados no ano 2000, com o estabelecimento de um Termo de Cooperação (TC12) para Implantação do projeto da ‘Biblioteca Virtual em Saúde para as áreas de Saúde do Adolescente e Saúde Pública’, firmado entre o Ministério da Saúde do Brasil e a Representação Organização Panamericana da Saúde (OPAS) no Brasil. O TC12 foi renovado até julho de 2010, e impulsionou uma série de ações para o desenvolvimento da BVS no Brasil e também no Modelo da BVS como um todo inclusive para América Latina e Caribe.

Em paralelo, uma série de redes temáticas que já desempenhavam a função de controle bibliográfico de áreas especializadas na LILACS, como Odontologia, Enfermagem e Psicologia começavam sua convergência ao modelo da BVS e iniciaram a criação de suas instâncias. Somam-se a isso projetos específicos desenvolvidos por instituições de saúde nacionais, que desencadearam o surgimento de novas áreas temáticas no Brasil.

Desta forma, o Brasil ocupa uma posição de alto impacto e liderança no desenvolvimento e operação da BVS disponibilizando o maior número absoluto de instâncias na Rede BVS. Destaca-se também a ativa participação do país na cooperação técnica sul-sul e na liderança de iniciativas regionais como a BVS História e Patrimônio Cultural da Saúde Regional, a BVS Psicologia Regional (ULAPSI), a Rede ePortuguese e a BVS Enfermagem Regional (em constituição).

É diante deste contexto, que em setembro de 2008, foi lançado o Portal da BVS Brasil durante o CRICS 8/ BVS 5 realizado na cidade do Rio de Janeiro, o portal da BVS Brasil por meio da parceria entre a Organização Pan-Americana da Saúde – representação Brasil, BIREME/OPAS/OMS e o Ministério da Saúde do Brasil. O portal surge com objetivo de convergir as redes temáticas brasileiras da BVS e integrar suas redes de fontes de informação em saúde, fortalecendo-as e dando visibilidade às mesmas.

Em outubro de 2009 é constituído o Comitê Técnico da BVS Brasil, conformado pelos coordenadores das instâncias temáticas certificadas brasileiras, iniciando assim a sua operação regular. A partir de abril de 2013 o Comitê Técnico da BVS Brasil foi renomeado para Comitê Executivo da BVS Brasil, durante o I Fórum da BVS.

BIREME/OPAS/OMS – 14 de dezembro de 2010