História natural da COVID-19

    Conteúdo atualizado em: 29/07/2021

    Links de acesso as publicações científicas e técnicas sobre o tema

    História natural da COVID-19

    Compreender a história natural de uma doença é um pré-requisito importante para o planejamento de estudos que avaliem o impacto das intervenções, farmacológicas ou não, que podem ser direcionadas às etapas específicas desse processo [1].

    A história natural da doença refere-se à progressão da enfermidade em um indivíduo ao longo do tempo, na ausência de tratamento [2].

     

     

    Documentos sobre o tema

    PRÉ-PATOGÊNICO

    O processo se inicia com a exposição/transmissão apropriada ou com o acúmulo de fatores suficientes em um hospedeiro suscetível. Posteriormente, no estágio da doença subclínica, as mudanças patológicas progridem sem serem percebidas sendo, portanto, assintomática ou inaparente, sendo chamada de período de incubação no caso das doenças infecciosas. Esta fase se estende até o início dos sintomas e pode ser tão breve quanto segundos, para hipersensibilidade e reações tóxicas, ou pode durar por décadas, a exemplo de algumas doenças crônicas. Variações de duração podem estar presentes, inclusive, para uma mesma doença [2].

     

    Documentos sobre o tema

    PATOGÊNICO

    O início dos sintomas marca a transição da doença subclínica para a clínica, sendo que a maioria dos diagnósticos é feita durante o estágio clínico. Em algumas pessoas, o processo pode não progredir para uma doença clinicamente aparente, mas caso ocorra, o adoecimento pode resultar em doenças que variam de leve a grave, ou fatal. Por fim, o processo da doença se encerra com a recuperação, a invalidez ou a morte [2].

    Infográficos e materias de comunicação

    Referências

    [1] Jewell NP. Natural history of diseases: Statistical designs and issues. Clin Pharmacol Ther. 2016 Oct;100(4):353-61. doi: 10.1002/cpt.423.

    [2] Centers for disease control and prevention (CDC). Section 9: Natural History and Spectrum of Disease in Principles of Epidemiology in Public Health Practice, Third Edition An Introduction to Applied Epidemiology and Biostatistics. 18 of may of 2012.

    Como a Vitrine do Conhecimento funciona?

    A Vitrine do Conhecimento é um recurso da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) desenvolvido pela BIREME que visa dar visibilidade e acesso aos principais documentos e demais recursos de informação sobre um tema prioritário em saúde. Saiba mais sobre o processo de criação da Vitrine do Conhecimento.

    O Portal Regional da BVS põe à disposição sua coleção de Vitrines do Conhecimento. Entre elas, merece destaque a Vitrine do Conhecimento Covid-19, disponível em três idiomas.

    Vitrines do Conhecimento – Um novo conceito para destacar a informação em saúde na BVS. Boletim BIREME n° 31.

    Financiamento

    Essa Vitrine é fruto da Cooperação Técnica entre a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), a ser executado por seu centro especializado Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME/OPAS/OMS), e a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde (SCTIE/MS), por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia (DECIT).